7 respostas para saber como montar sua horta vertical

Você gostaria de um ter um espaço como um quintal, terraço ou varanda para poder cultivar plantas, ervas ou hortaliças, mas vive em apartamento ou casa? Se sua resposta a essa pergunta foi “sim”, saiba que é possível conciliar o cuidado com as plantinhas à aparente falta de espaço de sua residência e garantir um pouco mais de qualidade de vida à sua rotina diária.

A solução é planejar e montar uma horta vertical, afinal, muitas espécie de ervas aromáticas ou hortaliças não precisa de muito espaço para crescer, bastando um vaso com terra, água na medida certa, iluminação natural e cuidado.  

Neste artigo, vamos responder a 7 dúvidas que todo mundo tem na hora de montar a sua horta vertical e dar dicas preciosas de como você pode tirar essa ideia da gaveta. Vamos começar?

1. Qual é o espaço ideal para minha horta vertical?

O espaço ideal para a sua horta vertical é o que você tem dentro da sua casa. Em geral, as pessoas optam por montar jardins ou hortas suspensas em algum lugar próximo à cozinha — até mesmo para ficar mais fácil de utilizar as ervas e temperos na hora de preparar alguma comida.

Dessa forma, existem diversos exemplos de hortas verticais montadas em estruturas fixadas em paredes, muros, alambrados, pallets… escolha o local ideal para o seu apartamento e mãos à obra.

2. Quais os materiais mais comuns para montar uma horta vertical?

Isso depende da necessidade de cada pessoa, do espaço que ela tem disponível e até mesmo do gosto. Existem exemplos de hortinhas suspensas no bambu, o que permite que a terra fique úmida por mais tempo, diminuindo a evaporação de água e garantindo uma boa condição para o desenvolvimento do vegetal.

Se você não encontrar bambu com facilidade na sua região, pode substituí-lo pelo PVC. Os tubos de plástico podem ser fixados em pallets em uma parede e têm a função parecida com a do bambu.

Outro exemplo ecologicamente correto é aproveitar garrafas PET para utilizar como uma espécie de vaso para sua plantinha. Corte o recipiente ao meio, faça furos para que a água escorra e pronto. As garrafas também podem ficar deitadas e parcialmente cortadas para receberem terra e sementes. Criatividade é o que não falta.  

3. Como montar minha horta vertical?

Seja uma jardineira, um vaso ou mesmo um cano grosso de PVC, é importante tomar alguns cuidados básicos na hora de montar a sua hortinha vertical. Primeiro, prepare uma camada de mais ou menos um dedo de altura de argila expandida. Ela vai ajudar na drenagem da planta.

Logo acima, coloque a terra misturada com o material orgânico ou húmus de minhoca até mais ou menos a metade do vaso e plante a muda. Complete com terra até que a raiz esteja escondida. Se puder, cubra com algum material orgânico, como palha ou mesmo grama seca, para ajudar a reter a umidade e, futuramente, se transformar em matéria orgânica, deixando a terra ainda mais rica.  

4. Existem plantas ideais para hortas verticais?

Como, em geral, os recipientes que serão usados na sua horta vertical são rasos — sejam eles vasos, bambus ou garrafas PET —, o ideal é que as hortaliças e ervas aromáticas escolhidas não tenham a raiz muito profunda.

Tomilho, cebolinha, hortelã e manjericão, por exemplo, se adaptam muito bem nessas condições, independentemente de onde estejam plantados. Se quiser colocar alguma hortaliça na sua horta vertical, opte pelo alface, por exemplo, que não tem raízes grandes.

5. Como se organizar para cuidar de cada planta?

Cada planta tem necessidades próprias. Algumas gostam de mais água e, dependendo da época do ano, precisam ser regadas mais de uma vez por dia. Outras se desenvolvem em ambientes mais secos e, muitas vezes, só precisam ser regadas uma ou duas vezes na semana.

O ideal é manter plantas com necessidades parecidas próximas e criar uma rotina de cuidado para cada uma. Vale pesquisar quais as práticas ideais para cada espécie e até mesmo anotar os dias de regar cada uma delas. Só não pode deixar a plantinha morrer por falta de cuidado, ok?

6. Decoração: como a horta vertical pode dar um toque a mais na sua casa?

Além de garantir uma alimentação mais saudável e deixar a casa mais cheirosa e agradável, a horta vertical, ultimamente, tem sido utilizada até mesmo como um item de decoração nos apartamentos.

Dependendo do seu gosto ou dos itens que compõem a sua cozinha, você pode optar por uma parede verde de cima a baixo ou investir em latas ou vasos coloridos para abrigar suas plantinhas. Seja qual for a sua escolha, a horta vertical é sempre um item de decoração capaz de deixar um cantinho do seu apartamento bem charmoso.

7. Quais as vantagens em ter uma horta vertical?

Ter, ao alcance da mão, uma hortaliça, erva aromática ou um tempero livre de agrotóxico e pronto para dar mais sabor à sua comida do dia a dia é, sem dúvida, a principal vantagem em manter uma horta vertical dentro de casa. Plantar o próprio alimento é garantia de comida de qualidade e bem estar para toda a sua família.

Mas há ainda outros benefícios em garantir um cantinho especial para manter suas plantinhas bem cuidadas. Um deles tem a ver com a organização da casa e pensar na horta como parte da decoração da sua cozinha.

Quem tem crianças pode aproveitar a rotina de cuidado das plantinhas para criar um momento especial para os pequenos e incentivar o gosto em cuidar, por exemplo. Há quem diga, ainda, que separar um tempinho todo dia para regar, cortar e plantar é como uma terapia. Experimente! Qual a vantagem, para você, de manter uma horta vertical em casa?

E agora, vamos deixar a preguiça de lado e botar a mão na massa (ou melhor, na terra) para montar de vez a sua horta vertical e deixar sua casa mais verde, bonita e cheirosa? Gostou do assunto? Então, curta nossos perfis nas redes sociais e continue acompanhando conteúdos como este! Estamos no Facebook e no Instagram!

Escreva um comentário