Cuidados com o clima seco em Brasília

É só falar em qualidade de vida que muita gente já vislumbra momentos alegres a dois ou em família, tendo à volta a segurança, a natureza, a sofisticação e a harmonia. Este quadro pintado pela nossa imaginação descreve bem o que vem à mente quando se fala sobre este tipo de assunto, mas acredite: não é o único exemplar.

Qualidade de vida é também sua saúde em equilíbrio. E nós, que nunca fechamos os olhos para isso nos artigos publicados e nos condomínios projetados pela Ecap Engenharia, abordamos agora a importância dos cuidados com a saúde em meio ao clima seco de Brasília – tão comum e tão característico nesta época do ano.

Para se ter uma ideia, o Distrito Federal está em estado de atenção e a tendência é que a seca se intensifique. O período de estiagem está só começando e deve durar até o fim de agosto. Por isso, atenção redobrada, conselho que vale especialmente para aqueles que são alérgicos respiratórios e sofrem com esse grande vilão.

Vamos mostrar alguns cuidados específicos que você e sua família precisam ter, dependendo do nível de medição da umidade relativa do ar (para quem não sabe, umidade relativa do ar é basicamente o quanto de água há na atmosfera, na forma de vapor).

Entre 21% e 30% por 5 dias consecutivos: estado de atenção

Usar um umidificador de ar é uma medida importante, mas muita atenção: não se esqueça de mantê-lo limpo. Caso não tenha um umidificador, o velho truque caseiro de espalhar toalhas molhadas e recipientes com água já ajuda.

Outra importante dica: evitar praticar exercícios físicos ao ar livre entre 11h e 15h. É nessas horas que o ar está mais seco. Por fim, mas não menos importante: consumir água à vontade. Com certeza, estar bem hidratado faz toda a diferença, ainda mais com o clima seco em Brasília.

Entre 12% e 20% por 2 dias seguidos: estado de alerta

Diante do estado de alerta, a primeira coisa a fazer é continuar respeitando os cuidados recomendados no estado de atenção. Eles devem ser mantidos e praticados.

E mais: evitar aglomerações em ambientes fechados, usar soro fisiológico nos olhos e nas narinas, e suprimir atividades físicas ou trabalhos ao ar livre entre 10h e 17h. Dessa forma, você evita riscos que possam comprometer a saúde.

Abaixo de 12% por 2 dias seguidos: estado de emergência

Muita atenção se você estiver passando por esse período. Observar as recomendações para os estados de atenção e de alerta é a primeira coisa a ser feita, mas não a única.

Interrompa qualquer atividade ao ar livre entre 10h e 16h. Isso é muito importante. Além disso, mantenha os ambientes internos úmidos. Use água na limpeza da casa, panos molhados e, depois, feche as portas e janelas para que a umidade que você gerou dentro de casa não se perca.

Com todas as orientações sugeridas, fica mais fácil atenuar as dificuldades que o clima seco impõe aos brasilienses e garantir tanto a saúde quanto o bem-estar. Dessa forma, é possível fazer com que a qualidade de vida não seja apenas fruto da imaginação.

Se você gostou do artigo e gostaria de mais dicas para sua família e sua casa, não deixe de ler e de se inspirar com outros temas. Fica aqui nossa sugestão: Por que um imóvel pode impactar na sua saúde e qualidade de vida? Aproveite e boa leitura!

Escreva um comentário